theFlip MINO



Como Conseguir Exposição Gratuita na TV


Lindenberg Jr.

Nós todos sabemos o quanto poderoso é a mídia televisiva, basta lembrar a frase que muitas vezes usamos quando uma pessoa aparece muito na telinha “é o cara da TV”.... Os canais de TV que apresentam notícias locais em particular se tornam vozes confiáveis – nem sempre, mas em geral. E a que ponto eu quero chegar? Nesse artigo em particular a meta é fazer a relação da exposição na TV ao que chamamos de marketing, promoções e negócios.

Anunciar nos dias de hoje pode se tornar algo extremamente caro – especialmente se você não sabe bem aonde gastar a sua verba de marketing. Vamos ser criativos para fazer as suas idéias de marketing se expandir. Como? Permita-me sugerir-lhe no jornal noturno da sua rede local. Sim, e não é impossível, é só uma questão de saber como as redes de notícias funcionam. Siga algumas dessas dicas quentes e veja como aparecer de graça na televisão.

Na televisão o “visual” é o que importa. Note que vez ou outra uma história pode não soar, ou mesmo ser, interessante, mas se ela “parece” interessante consegue entrar no ar. Televisões, jornais e rádios a postos e nós preparamos as nossas mandíbulas para o apito inicial. Assim que a comilança começou, eu puxei uma colher gigante mais parecida com uma pá. Imediatamente as câmeras se viraram para mim. Naquele dia, à custa de todos os outros candidatos a um espaço na mídia, imagens de mim e da minha colher apareceram com destaque em inúmeras emissoras. O apelo visual para a televisão havia funcionado.

Confira aqui 5 Coisas que os Produtores de TV mais Buscam

Existem cinco categorias básicas de histórias que as emissoras costumam cobrir. Você não vai achar isso escrito em nenhum painel dentro das redações, já que isso é instintivo a qualquer editor responsável. Em primeiro lugar estão as histórias políticas. Tudo o que tem a ver com políticas locais, estaduais ou federais entra no ar. Se o homem da carrocinha de Gotebo em Oaklahoma faz algo que irrita duas pessoas isso é de alguma forma visto como algo uma história válida. Espere aparecer na televisão se você surge com um desafio aceitável para uma entidade, um oficial ou uma entidade do governo. Grandes problemas comunitários também conseguem o mesmo tipo de cobertura, já que são coisas que atingem a todos. Fossas, erradicação de mosquitos, serviço de coleta de lixo, controle de enchentes e criminalidade entram todos nessa categoria. Atividades que resolvam grandes (ou potenciais) problemas comunitários recebem atenção também. Isso pode ser algo como algumas pessoas plantando cinqüenta árvores no parque da cidade.

Educação e saúde também ganham bastante exposição televisiva atualmente. A primeira porque todos estão preocupados com as crianças e a segunda porque a esmagadora maioria dos telespectadores de notícias está na meia idade. Portanto o interesse deles por informações e questões relacionadas à saúde só aumenta.

Celebridades sempre conseguem espaço televisivo. As razões são óbvias: a pessoa que não dá a mínima para os tópicos anteriormente mencionados sempre vai dar uma olhada quando alguma estrela da NBA ou de Hollywood der uma passadinha na cidade. Eu, meio na cara de pau, vou colocar os esportistas em geral nessa categoria, especialmente porque os esportes chegam a preencher metade do tempo do noticiário em certas cidades.

Finalmente, as emissoras adoram uma novidade. Alguns especialistas dizem que qualquer coisa que seja original e tenha apelo visual vai aparecer. Eu não sei se concordo com isso. Coisas extremamente originais geralmente deixam os editores se perguntando se eles deveriam mesmo cobrir tal assunto. Você estará em terreno mais seguro se fizer algo que já é feito uma ou duas vezes por ano. As câmeras estarão a postos para mostrar algo que eles já sabem por experiência que vai ser um estouro. Competidores mergulhando em uma piscina de gelatina para pegar uma chave que pode dar a partida em um carro zero, é uma das lições mais velhas da cartilha, mesmo assim, isso sempre leva os veículos das emissoras a correr pro local como formigas atrás de açúcar.

Se puder amarrar o seu produto, serviço ou idéia a um tópico que os jornais queiram cobrir você está dentro. Assim como a pessoa que defende alguma questão e quer ter o seu ponto de vista na televisão, você também pode conseguir esse mesmo espaço se encontrar uma maneira de ligar o seu negócio a algum assunto que interesse às emissoras. O seu negócio pode se envolver em um programa de serviço comunitário que seja interessante para os telejornais?

Há pouco tempo dois garotos resolveram acampar no telhado de casa na esperança de que alguém os notasse e os dessem ingressos para um jogo importante da NBA. Foi algo tolo o bastante para levar as câmeras todas para lá. Todos riram, mas um esperto homem de negócios ligou para a emissora e disse que estava a caminho da casa dos garotos com dois ingressos na mão e que iria fazê-los descer. Na hora o editor viu que ali tinha uma história boa e pediu para uma equipe acompanhar o empresário assim que ele chegasse na casa dos garotos. O homem com os ingressos apareceu na TV? Sim! E ele se mostrou uma boa pessoa para quem o assistia? A resposta também é afirmativa. E no dia seguinte vários novos clientes foram até a sua loja falando que ele era um grande homem e também para comprar algumas coisas? Precisamos falar novamente que sim?

A mídia é orientada basicamente pelo telefone. A sua melhor chance é a de ligar para o departamento de notícias e dar todas as informações possíveis sobre a sua história para quem estiver do outro lado da linha. Vá direto ao ponto e esteja certo de que oferece algo que seja bom o bastante. Lembre-se que enquanto você fala o repórter estará se perguntando:

1. O que tem aí para a gente? Será que os nossos espectadores se interessarão por isso?

2. Será que meu chefe vai achar que essa é uma boa idéia?

3. Quanta dor de cabeça teremos para gravar isso e depois botar no ar?

Se você conseguir respostas positivas para essas indagações então você está com belas chances de conseguir um espaço televisivo. Lembre-se sempre de que as emissoras funcionam com poucas pessoas disponíveis e tempo escasso. Existe muito trabalho pra se fazer e pouco tempo para cumpri-lo.

-----------------------------------------------------------------------------------------

* Esse artigo pode ser publicado com pré-autorização do autor, se o seu conteúdo não for alterado de nenhuma forma e se o serviço sobre o autor (abaixo) for incluído no final do texto.

* Lindenberg Jr. é jornalista, produtor de eventos na Califórnia e consultor de marketing online. Sua empresa Kisuccess Publishing & Marketing publica a revista Soul Brasil magazine, presta serviços de assessoria de imprensa, impressão gráfica digital, desenho gráfico comercial, desenvolvimento web, alem de produção de vídeo e eventos culturais – www.kisuccess.com / (818)508-8753.



Kisuccess Publishing & Marketing
19350 Sherman Way #139, Reseda, CA - 91335
(818)508-8753


Did you think this site is useful? Add it in your bookmark. You may wish
to bookmark this page as some links may take you to other web sites.


© Copywrite 2004-2009